UMA CAMINHADA SUAVE - para todas as idades

. . .

14 de out. de 2021

    No último dia 9, aconteceu o evento Big Day (grande dia), que é um dia voltado para observação de aves no mundo todo, é uma data importante para a conservação das aves, onde os observadores têm por objetivo fazer o máximo de registro das espécies em 24 horas, os dados são contabilizados através do aplicativo eBird, uma plataforma de encontro dos observadores, onde eles inserem suas listas de espécies, são registros muito importantes para saber onde se localizam as populações de  determinadas espécies de aves.

    Esse ano tivemos um recorde na observação de aves em nosso Estado, Mato Grosso do Sul, foram mais de 50 equipes observando e fotografando, e claro não podíamos ficar de fora desse evento de celebração das aves, nossa RPPN Buraco das Araras foi representada pela equipe Arara-Vermelha que apesar do dia muito instável, conseguimos fazer a observação de 89 espécies, com destaques como o Saíra-amarela (Stilpnia cayana), Sovi (Ictinia plumbea), Socó-boi (Tigrisoma lineatum), Mergulhão-pequeno (Tachybaptus dominicus), Caburé (Glaucidium brasilianum), Surucuá-de-barriga-vermelha (Trogon curucui), ficando até o momento em nono lugar dos hotspots do Mato Grosso do Sul.  E quem não faltou nesse evento foram elas, as donas da festa em nosso atrativo: Arara-vermelha-grande (Ara chloropterus).

Arara-Vermelha (Ara chloropterus)

Caburé (Glaucidium brasilianum)

Surucuá-de-barriga-vermelha (Trogon curucui)

    A observação de aves é um hobby crescente nos últimos anos, é uma prática para todas as idades e públicos, inclusive recomendamos um documentário disponível na Netflix, chamado Birders (Passarinheiros), o filme conta um pouco sobre o mundo da observação de aves e o evento Big Day. Há algo que sempre falamos, para ser um observador precisa apenas de vontade e paixão pelas aves e natureza, e é o que temos de sobra, venha passarinhar conosco.


 


Arte do time Arara-Vermelha.


12 de out. de 2021

 

No dia 12/10/2021, HOJE, nós comemoramos o aniversário de 25 anos do nosso atrativo Buraco das Araras Ecoturismo! Foram anos de muitas lutas, conquistas, desafios e vitórias. E ainda continuaremos por décadas e séculos mostrando o que temos de mais magnífico: a natureza! Mas isso tudo foi graças a Sr. Modesto e família, que com muita garra, determinação e principalmente muita fé, perseveraram e reconstruíram esse patrimônio natural imensurável que estava “perdido” diante de outros olhares. 

Já que falamos em fé, hoje além de ser o dia do aniversário do atrativo, para os devotos também é comemorado o dia de Nossa Senhora Aparecida. E Sr. Modesto é uma pessoa muito devota de Nossa Senhora e em uma conversa que tivemos, ele contou um pouco mais sobre o história do atrativo com relação a Nossa Senhora. Dessa forma, ele relatou que em uma noite mau dormida ele acordou por volta das 2:00 da manhã e preocupado com o sustento de sua família resolveu deitar-se em baixo de uma árvore, para ver se conseguia pegar no sono, mas a preocupação era demais e ele nada de dormir. Foi quando ele se lembrou de Nossa Senhora Aparecida e fez um pedido a ela: “Nossa Senhora, eu te peço um meio de ganhar dinheiro para que eu consiga sustentar toda a minha família!” Algum tempo depois, mas não muito distante, Sr. Modesto teve a ideia de criar o atrativo (essa história fica para uma próxima).  E a partir daí, todos os anos no dia de Nossa Senhora Aparecida ele pega sua imagem e saí percorrendo a estrada e a trilha do atrativo, assim como forma de agradecimento a Nossa Senhora por todas as bênçãos e graças que ela derramou para ele e sua família.




25 de fev. de 2019



Mais uma vez, o amor eterno das araras-vermelhas da RPPN Buraco das Araras promoveu a união de outro casal apaixonado.

Juntos há oito anos, o casal Josimar Rodrigues e Helena Souza, visitavam o passeio no dia 23 de fevereiro, onde Josimar havia planejado pedir Helena em casamento. Com a ajuda do guia de turismo Kennedy, orquestram o plano infalível para o pedido.

Durante a visitação ao segundo mirante, logo depois do guia contar sobre o amor eterno das araras, Josimar juntou coragem e pediu a atenção de todos, pois estava prestes a declarar seu amor por Helena. Em meio a palavras embargadas, veio o pedido. E ela disse SIM!



Nós do Buraco das Araras Ecoturismo desejamos muitas felicidades ao casal e, em uma união abençoada pelas araras, ninguém separe!

7 de fev. de 2019


Todos os dias, as pessoas visitam a RPPN Buraco das Araras em busca de novos lifers e fotografias de diferentes espécies de aves. Mas não é preciso ir muito longe dentro da reserva para encontrar as aves, o receptivo do atrativo é um excelente local para passarinhar!

Muitas espécies de aves são encontradas por aqui e é possível encontrar essas espécies de aves, entre muitas outras:



Caburé (Glaucidium brasilianum)

Com 16,5 cm, a coruja Caburé é uma pequena ave encontrada em capoeiras e bordas de matas.
Miúda, c

om olhos amarelos e "sem orelhas"; tem na parte de trás da cabeça dois "olhos falsos" pretos na nuca, bem evidentes.
Pousa em locais expostos, é assediada por diversas aves, que constituem suas principais presas.








Udu-de-coroa-azul (Momotus momota)

Com uma cauda longa e fina, o udu-de-coroa-azul é uma ave de ocorrência ampla, a baixa e média alturas e na borda de matas e capoeiras.
Sozinho ou em casal, pousa silencioso e discreto entre as folhagens mais densas e é difícil de se detectar.
Come grandes insetos, pequenos vertebrados e frutos. Costuma ser encontrado no chão, buscando alimento por entre as folhas caídas.










Tucano-toco (Ramphastos toco)

Também chamado tucanuçu, é razoavelmente comum, de ocorrência ampla em mata de galeria, cerradão, cerrado e capões, frequentando também áreas de pastagens e até a proximidade humana.
É considerado o maior dos tucanos, vive em casais ou em pequenos bandos, são facilmente avistados por seus vôos em fila indiana e por sentarem-se em galhos secos, quase como se quisessem ser vistos ou posarem para fotos.





Sebinho-olho-de-ouro (Hemitriccus margaritaceiventer)

Comum em áreas de cerrado, o Olho-de-ouro (como também é chamado) tem no máximo 10 cm.
Permanece sozinho ou em casal, é encontrado mais pela vocalização. Pousa ereto nas folhagens voejando até as folhas acima dele.
Apesar de ocorrer em áreas com outras da mesma espécie, quase nunca é avistado em bandos mistos.




Rapazinho-do-chaco (Nystalus striatipectus)

Razoavelmente comum em áreas de mata seca e capoeiras, presente sobretudo no Estado do Mato Grosso do Sul.
Atinge até 23 cm, alimenta-se de pequenos insetos e artrópodes.
Quando reproduz, coloca de 2 a 3 ovos em um pequeno buraco no chão.




 Essas são apenas algumas das espécies que podem ser vistas na área do receptivo do passeio. Muitas outras aguardam os visitantes em sua visita na Reserva Particular do Patrimônio Natural Buraco das Araras. Venham conhecê-las!









6 de fev. de 2019

Não é nenhuma novidade que uma equipe que trabalha unida, permanece mais tempo no mercado e também obtém os melhores resultados. Pensando nessa iniciativa, os colaboradores do Buraco das Araras e Jardim Ecopark participaram de uma palestra motivacional sobre a importância do trabalho em equipe.

Ministrada pelo palestrante, Joel Peixoto, a fala foi direcionada a equipe dos dois atrativos irmãos, destacando a relevância da harmonia entre as equipes de cada passeio separada e unificada, além de dar diversas dicas para que isso seja alcançado, afinal de contas, uma equipe que trabalha bem, em harmonia e como um time unido; garante os melhores resultados no atendimento dos clientes e para a empresa!


A empresa Empreendimentos Turísticos Buraco das Araras compreende a necessidade do aprendizado e da melhoria constante em todas as atividades e aspectos que ela abrange, mas principalmente, compreende e valoriza cada um de seus colaboradores, pois são eles que garantem nossas vitórias e conquistas!