. . .

5 de nov de 2013

Ave da Semana - Gavião pato

Olá caro leitor!

Esta semana vamos apresentar algumas curiosidades sobre o Gavião-pato, ave que ocorre na região do cerrado brasileiro e avistado muitas vezes na RPPN Buraco das Araras.



Foto: Marcos Violante

Nome popular: Gavião-pato

Nome científico: Spizaetu melanoleucus

Nome em inglês: Black-and-white Haw-Eagle

Ordem: Accipitriformes

Família: Accipitridae

Descrição: Mede de 51 a 61 centímetros, de porte aquilino, especialmente a fêmea, muito maior que o macho. Prefere áreas abertas ou semi-abertas, banhados, pantanais, matas de galeria, cerrado, matas secas, pastos, restingas eucaliptais e a zona rural. Apresenta plumagem branca na cabeça, nuca, região superior do dorso e as asas são cinza escuras, quase negras. No alto da cabeça há um pequeno topete preto em forma de coroa, ainda apresenta uma máscara preta que contrasta e destaca a íris amarela, enquanto os tarsos são completamente emplumados.

Hábitos: Localmente migratório, aparece aos pares no sudeste e sul no inverno entre junho e agosto, adaptando-se bem em ambientes antrópicos. Aparentemente é um especialista em aves, pois ataca japins (Psarocolius sp.), anambés, araçaris (Pteroglosus) e pássaros diversos como aracuãs (Ortalis) em fruteiras, ou inhambus e urus (Odontophorus) no solo. Desloca-se de modo obtuso de galho em galho.

Alimentação e reprodução: Sua alimentação consta de aves aquáticas como o ameaçado pato-mergulhão (Mergus octosetaceus), além do comum biguá (Phalacrocorax brasilianus). Também captura sapos, répteis, lagartos, gambás e possivelmente pequenos primatas.

Seus hábitos reprodutivos são pouco estudados. Constrói o ninho no alto das árvores de grande emergentes podendo atingir 1 metro de diâmetro. Os filhotes obtém a plumagem de adulto ao término da primeira muda com um ano de idade. Assim como os outros rapinantes semelhantes os jovens desta espécie são dependentes dos adultos até um mínimo de um ano de idade, não se afastando do ninho durante esse período.


Foto: Marcos Violante



Postar um comentário